Data

A paz do Senhor Jesus Cristo. Hoje é

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Deus é quem sustenta!

"E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam." Isaías 58 v. 11

Sei que é difícil, muito difícil diga-se de passagem, nos momentos de dor, de sofrimento, de perda, de aflição acreditarmos, crermos que Deus não nos esqueceu, não nos desamparou. É difícil olharmos para o lado e não vermos solução, olharmos para a frente e não vermos uma saída. É fácil dizer aos outros: Deus está no controle. Mas na nossa vez parece que as palavras não surtem o efeito desejado, parece que nossa fé é pequena e frágil, pequena pois é minimizada diante das adversidades e frágil pois pode ruir ao enfrentar um obstáculo, um imprevisto.



Estamos neste mundo e consequentemente estamos sujeitos àquilo que este mundo tem para nos oferecer, o salmista já dizia: " Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas" (Salmos 34 v.19), podemos observar que ele as enumerou, por assim dizer, "muitas", ou seja, mais de uma, várias. E Jesus Cristo ainda deixou; "No mundo tereis aflições, mas tendes bom ânimo, eu venci o mundo" (João 16 v.33). As duas passagens garantem que aflições virão, porém as duas citam o melhor: Deus nos livrará delas sempre. No texto base o Senhor diz que nos guiará continuamente, pode parecer que não há saída, mas com Deus nos guiando sempre haverá. Costumo dizer que Deus faz coisas maravilhosas só por nós e para nós a fim de ser glorificado e demonstrar o seu amor por nós.
Veja o exemplo da abertura do Mar Vermelho e passagem do povo de Israel a seco, maná descido do céu, água da rocha. Estes foram momentos de aflição para o povo de Deus, mas em todos eles o Senhor mostrou-se um Deus que sustenta e que zela pelo seu povo sempre.
Acredito que o grande problema é que quando é conosco olhamos para a aflição como se não fôssemos capazes de superá-la e na verdade não somos mesmo, porém se Deus está no controle de nossa vida certamente a tempestade vai passar, o mar vai se acalmar, o fogo não queimará, o leão jejuara. Para isso basta confiarmos, colocarmos nossa fé em Deus acima das circunstâncias, acima da carne, acima de tudo.
Não podemos nos abater, mais uma vez repito: sei que é difícil, o nosso abatimento gera ansiedade e esta ansiedade na maioria das vezes nos faz procurar soluções longe da vontade de Deus, nos faz nos afastar de Deus e esquecemos que Ele pode todas as coisas, que não há impossível para Deus!
No texto acima a expressão "fartará a tua alma em lugares áridos" significa que não importa onde você esteja, não importam as circunstâncias, não importa se nunca aconteceu nada parecido com aquilo que você precisa, importa confiar que Deus está sustentando e nós temos apenas que contar com Ele.
Um dos maiores obstáculos é o orgulho, isso mesmo o orgulho. Por vezes não colocamos Deus a par de nossos problemas, afinal de contas podemos resolver sozinhos, pelo menos enquanto não tentamos por nós mesmos sair das situações, ou seja, queremos fazer o impossível acontecer. só que impossível é especialidade de Deus não nossa. Precisamos parar de gritar aos quatro cantos da terra: Deus é soberano sobre a minha vida! Mas nas horas de aflições simplesmente esquecermos disso. Não tem este negócio de fraqueza, Deus fortalece teus ossos, ou seja, vai te manter de pé não importa a aflição.
Se hoje estás em aflição clame a Deus, conta pra Ele o que está acontecendo, peça forças, peça orientações, peça mais fé, peça sabedoria, fique mais íntimo de Deus, ore mais, jejue mais, busque mais da palavra de Deus e do Deus da palavra. Que o amor de Deus que excede todo o nosso entendimento seja derramado sobre a sua vida e de sua família em nome de Jesus Cristo. Amém!