Data

A paz do Senhor Jesus Cristo. Hoje é

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

O agir de Deus

“Andando nos meus estatutos, e guardando os meus juízos, e procedendo segundo a verdade, o tal justo certamente viverá, diz o Senhor DEUS.” Ezequiel 18 v.9

Certamente que em algum momento de sua vida ou até mesmo agora, você esteja passando por algum tipo de problemas, de luta, de aflição, de dor. Posso imaginar também que, como servo ou serva de Deus, você tenha entregado o que esta acontecendo na mão do Senhor, pelo menos isso é o esperado, mas tem ficado uma ansiedade pulsando em teu ser com muitas incertezas, preocupações com a solução, com o fim do sofrimento e também dúvidas, muitas dúvidas.
 Pergunta-se: Será que Deus esta trabalhando por mim, por minha causa? Será que tenho feito por merecer? Deus será misericordioso comigo mais uma vez? Vai demorar muito a passar? Será que é uma provação?
Uma única resposta para todas as perguntas: o agir de Deus. Mas como funciona?

Bom vou começar ressaltando algo que deveria ser mais que visível em nossas vidas: a fé. Sabemos que sem fé é impossível agradar a Deus (Hebreus 11 v.6), porém somos de carne e osso, somos humanos, somos por isso ansiosos, criamos expectativas, nos preocupamos em ser exemplos e desta forma quase nunca damos o devido valor ao agir de Deus, ao jeito do Senhor fazer as coisas, de Deus resolver as coisas. Quando Deus fala no versículo tema, ele concluir com: o tal justo, certamente viverá!(grifo meu), ou seja, aquele que anda nos estatutos (Estatuto refere-se a uma variedade de normas jurídicas cuja característica comum é a de regular as relações de certas pessoas que têm em comum pertencerem a um território ou sociedade. Normalmente, os estatutos são uma forma de Direito Privado) de Deus para o seu povo; guarda os juízos (Juízo é o processo que conduz ao estabelecimento das relações significativas entre conceitos, que conduzem ao pensamento lógico objetivando alcançar uma integração significativa, que dê possibilidade a uma atitude racional frente às necessidades do momento) do Senhor, ou seja aceita os seus conceitos; e procedendo segundo a verdade (a palavra de Deus é a verdade, é o verbo e o verbo se fez carne, Jesus Cristo é o caminho, a verdade e a vida), ou seja, de acordo com a palavra de Deus, fazendo a vontade de Deus. Estes sim terão respostas imediatas, saberão distinguir provações de tribulações, lutas de perseguições, pois estes conhecem o agir de Deus. Sabem que, como no louvor, o agir de Deus é lindo. Sabem que Deus nunca falha e nunca falhou. Sabem que Deus está no controle sempre!
Ouvi certa fez uma pregador dizer: Deus não está demorando, ele está caprichando. Isso mesmo Deus não demora, Deus capricha. Quando entendermos isso saberemos o que Deus quer de nós, qual o seu propósito, qual o motivo para que, às vezes, nada pareça funcionar, nada fica no lugar, nada da certo. É primordial entender que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, logo, tudo o que acontece, é permissão de Deus, faz parte do agir do Senhor em nossas vidas. Afinal força há em Deus para ajudar e para fazer cair (II Crônicas 25 v.8). O que fazer então? Questionar a Deus? Murmurar contra Deus? “Andando nos meus estatutos, e guardando os meus juízos, e procedendo segundo a verdade, o tal justo certamente viverá, diz o Senhor DEUS.” esta é a resposta, ou seja, busque estar sempre no centro da vontade de Deus, busque sua face em oração diariamente várias vezes, não importa o que esteja acontecendo. O passo certo para sair desta situação é se aproximar mais de Deus e deixar e confiar, sempre, no agir de Deus. Que o amor de Deus que excede todo o nosso entendimento seja derramado sobre a sua vida e de sua família, em nome de Jesus Cristo. Amém!