Data

A paz do Senhor Jesus Cristo. Hoje é

segunda-feira, 30 de julho de 2012

O perigo das conjecturas!

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro" Apocalipse 22 vv. 18-19

Quantas são as conjecturas usadas nos púlpitos das igrejas hoje em dia, são muitas as tentativas de "dar maior entendimento ao povo" indepentente de se fuja um pouco ou muito da palavra, desde que, com o dizem, sejam entendidos. Muitas mensagens pregadas por alguns dos “pregadores mais famosos” poderiam certamente ser rotuladas de estórias ou contos, porém nunca de mensagens bíblicas, visto que ao abusarem das conjecturas acabam por desmanchar quase todo sentido literal do texto bíblico, chegando a dizer e a afirmar com armas nos dentes  aquilo que a Bíblia Sagrada na verdade não diz. Amordaçam o texto bíblico, dando um sentido diferente e falso. Fazem isto com uma maestria que conseguem iludir a muitos ingênuos e conseguem, infelizmente, um grande número de seguidores. Entretanto muitas vezes, as conjecturas têm sido usadas como desculpas para ir além do que está escrito, apesar da recomendação bíblica que nos alerta para não o fazermos (1 Coríntios 4 v.6). Tenho certeza de  que existem textos onde podemos utilizar das conjecturas (com parcimônia) para dar nossa opinião sobre algo ou algum acontecimento, mas esta conjectura não pode contradizer o sentido original pretendido pelo autor.
Antes de mais nada vamos ver o que significa conjectura, vai que você usa muitas conjecturas e nem sabe. Conjectura é uma ideia, fórmula ou frase, a qual não foi provada ser verdadeira, baseada em suposições ou ideias com fundamento incerto; presunção, suposição, hipótese; opinião hipotética. Vamos analisar alguns exemplos clássicos:
Eva ofereceu uma maçã a Adão! Coitada da fruta, bem a Bíblia em momento algum diz que o fruto proibido era uma maça (Gênesis 3 v.6);
Moisés era gago! Tento e rio imaginando o dialogo de Deus com Moisés no deserto sendo Moisés gago. No texto bíblico não encontro nas "desculpas" de Moisés a condição de gago (Exôdo 4 v.10);
Davi matou Golias com um estilingue ou atiradeira! Essa eu ouvi ontem quando passei em frente a uma igreja e o preletor encheu a boca para falar do estilingue de Davi. Não preciso dizer que no confronto Davi usou uma funda (1 samuel 17 v.40);
Daniel dormiu deitado nos leões! Travesseiro de leão, bom de pena de ganso dizem que é muito bom, mas de pelo de leão é novidade. Além do mais o texto bíblico não fala em detalhes sobre a noite em que Daniel passou na cova dos leões (Daniel 6 v.16);
Quando Jesus Cristo foi batizado apareceu uma pomba branquinha sobre sua cabeça! Esta é clássica, concordo que fica muito bonito e poético dizer que uam pomba branca pousou sobre o Senhor, mas não é isso que a Bíblia diz (Mateus 3 v.16); e
Jesus Cristo usava um graveto para escrever na terra! Seria melhor para as unhas do mestre que ele usasse um graveto e não o dedo, mas ele usou mesmo o dedo. Existem até os que dizem o que Jesus Cristo escreveu, porém a Bíblia Sagrada não cita (João 8 v.6). 
Certamente que você já ouviu muitas outras conjecturas e peço que você as registre quando comentar este texto. Lembre-se: a palavra de Deus é viva e eficaz! Não precisamos fazer grandes conjecturas! Que o amor de Deus que excede todo o nosso entendimento seja derramado sobre a sua vida e de sua família em nome de Jesus Cristo. Amém!